Por Maria Inês Campos

Arquivo para maio, 2013

ELABORANDO UM PROJETO

ESSE ROTEIRO TEM A FUNÇÃO DE AUXILIAR A CONSTRUÇÃO DO SEU PROJETO. USE SUA CRIATIVIDADE E FLEXIBILIDADE PARA ADEQUA-LO ÁS SUAS NECESSIDADES.

DICA DO DIA!!!!

 

Roteiro de elaboração de Projeto Profissional

Questões orientadoras:

1-Como esta iniciativa contribuirá para que a Empresa se torne melhor?

2-Essa iniciativa envolve/entusiasma as pessoas para trabalharem em busca desse objetivo?

3-Essa ação acrescenta, exatamente, o que a Empresa?

4-Como as pessoas participarão da execução e gestão desse projeto?

5-Quais os recursos físicos e financeiros, e quais os talentos da Empresa serão utilizados nesse projeto?

6-Como será medido o sucesso desse projeto?

Planejamento de um Projeto Profissional

1° etapa: Definição do projeto

Definição do público alvo, levantamento de problemas e necessidades, objetivos e resultados que se pretende atingir.

2° etapa: Plano de trabalho

Que ações serão realizadas, definição de espaço de atuação, duração do projeto e pessoas envolvidas em cada ação.

3° etapa: Andamento do projeto

Acompanhamento constante (quem quando e como), conclusões parciais e finais em relação aos objetivos e disseminação no meio visado.

4° etapa: Orçamento

Definição de custos, previsão de possíveis eventualidades, avaliação de retorno do investimento feito.

 

Partes constantes de um Projeto profissional

Título

Sumário Executivo

Apresentação da organização

Justificativa do projeto

Objetivos e metas

Público alvo/localização/duração

Metodologia

Cronograma de Atividades/Ações

Cronograma físico-financeiro e composição do orçamento

Sistema de Avaliação e Acompanhamento

Anexos

Anúncios

LEMBRANÇAS

Hoje acordei “pilhada”, retomei uns sonhos antigos, me enchi de lembranças poderosas que afirmam que É POSSÍVEL!!!!!!

Continuando no tema PRODUTIVIDADE percebo que o obstáculos maiores são:

1- Omissão

2- Medo

3- Necessidade de validação

E daí? O que fazer? Qual o caminho?

Acho que alguns conhecimentos podem se transformarem em saberes desde que saiamos da zona de conforto e coloquemos nossos pares de neurônios – Tico e Teco – para baterem uma bolinha, aceita o convite?

Então vamos lá:

Alguém já ouviu falar em Joi Ito? Não? Eu nunca tive ouvido, me perdoem a falta de empenho, descobri “por acaso” em uma citação no face (face também é cultura… rsrsrs),  e aí deu uma espiadinha, assim como quem não quer nada, sabe?

Achei o seguinte:

Novo diretor do MIT Media Lab, de onde saiu o Guitar Hero, nunca terminou uma faculdade
16.09.2011 | Texto: Ronaldo Lemos

Reprodução/ Beauty in the street: A visual record of the may ’68 Paris(Four Corners Books)

TRIP-203_Colunaslemos

Em um momento em que parte do poder norte-americano está se dissipando, um dos principais centros de onde ele emana permanece firme e forte: a universidade. Uma das razões para isso é sua capacidade de reinvenção. O que é visível na quantidade de pessoas que ficou de queixo caído com a nomeação do novo diretor do MIT Media Lab (o influente laboratório digital do Massachussetts Institute of Technology, criado por Nicholas Negroponte). O novo diretor é ninguém menos do que Joi Ito, empreendedor japonês que nunca chegou a terminar a universidade. Apesar dessa aparente “falha”, ele é a pessoa certa para o Media Lab, uma instituição que tem por missão pensar o futuro através da tecnologia. Para se ter uma ideia, foi de lá que saíram os leitores de livros digitais (como o Kindle) e videogames como o Guitar Hero.Joi Ito não é um estranho ao mundo acadêmico. Chegou a se matricular em ciência da computação e em física na universidade de Chicago, mas desistiu dos cursos. Achou que eram excessivamente voltados para “dentro”, exageravam na técnica e deixavam de lado a intuição, que para ele era mais importante.

Tive a sorte de conhecer Joi quando ele se tornou o diretor-executivo do Creative Commons em 2005. Em 2008 passei uma noite interessante com ele em Sapporo, no Japão. Participei de um jantar em que dois empreendedores franceses tentavam convencê-lo a investir na sua empresa. Um investimento dele é um cartão de visitas para qualquer start-up, especialmente pela reputação de ter apostado em empresas como Twitter, Flickr e Last.fm quando estavam só no começo.

Em essência, Joi é um grande mentor, inclusive para as empresas em que investe. Só que jamais assume esse papel. Cabe a quem está próximo dele aprender ou não. Lição que deve ter herdado de Timothy Leary, que o considerava como discípulo (ou “neto”, nas palavras dele). Joi faz parte de uma geração de pensadores comprometidos com a ação e que sabem que a educação deve ultrapassar as fronteiras do mundo acadêmico. Faz lembrar precursores como Faraday, pai do eletromagnetismo, que não teve quase nenhuma educação formal. Ou Marshall Mcluhan, que nos anos 60 dizia que a academia estava excessivamente presa ao texto, enquanto o mundo é tomado por outras mídias deixadas de lado no processo educacional (o que ele pensaria hoje?).

“Radical, mas brilhante”

Levar a educação para além do texto será certamente um dos passos do novo Media Lab, especialmente considerando o perfil multimídia de Joi. Ele já apresentou um programa de televisão, foi DJ em Chicago, dono de um bar no Japão, fotógrafo, jogador renomado de games (como o World of Warcraft), conselheiro de eventos de arte e tecnologia e assim por diante. E é claro, escreveu também artigos e editou alguns livros. Mas para entender sua “obra” é preciso olhar para todas as dimensões da sua vida, porque só aí ela se manifesta por completo.

Um concorrente do MIT chamou a escolha de Joi para o MediaLab de “radical, mas brilhante”. O “radical” está em deslocar a academia americana da sua zona de conforto, desafiando-a a olhar para fora, para o mundo. E o “brilhante” está no exemplo e em todas as possibilidades que isso pode trazer.

*Ronaldo Lemos, 34, é diretor do Centro de Tecnologia da FGV-RJ e fundador do site http://www.overmundo.com.br. Seu e-mail é rlemos@trip.com.br

Colei! Viu que esperteza? rsrsrs

Sobre esse texto “colado” proponho, aos meus colegas da Escola Sinhá e quem mais quiser , uma reflexão:

autoconhecimento

Como Educadora, podendo até ter uns “Joi Itos” como educandos, eu sou produtiva?

O que eu tenho que passar como aprendizagem para o meu aluno para que ele tenha sucesso?

Preparar alunos para o vestibular já foi o máximo de uma escola de qualidade. Hoje lidamos com outros valores onde a escola formal, estanque não é garantia para que o sujeito tenha sucesso, então, quais são os valores e crenças que eu tenho que trabalhar para cumprir o meu objetivo de educar?

Sabemos que as relações que ocorrem dentro de uma escola É A ESCOLA, e não o que há de físico nela, ou seja, a emoção leva o processo educacional a efetivar-se.

Como eu gerencio, processo, interajo com as relações dentro da minha Escola? Interajo de maneira produtiva com os colegas, gestores, educandos, conteúdos, saberes, valores que permeiam a minha tarefa no meu ambiente de trabalho?

É possível ter discípulos críticos quando o mestre é acomodado?

É possível ter discípulos atuantes quando o mestre é omisso?

Vale  ter um desempenho profissional mediano quando tenho e posso ser muito mais?

Ainda sobre o tal do Joi Ito, tem uns princípios atribuído a ele que podem ser boas indicações de como alcançar uma maior produtividade. Lá vai colagem de novo….rsrsrs

FotoP

Pense sobre isso.

Observação importante:

Meus pacientes leitores ocasional e seguidores, pode não parecer, mas essa postagem pode ajudar, e muito, aqueles que estão iniciando uma nova fase, aqueles que querem ter uma nova direção ou a aqueles que querem reorganizar estruturas pessoais.

Gostaria de ler o seu comentário

DEFININDO PRODUTIVIDADE

“Grande parte dos empreendedores são megalomaníacos e não veem a hora que sua empresa esteja dominando o mercado.”

Isso é bom ou mau?

Pode ser mau. Começar um projeto achando que é só seguir um mapa para dar certo pode nos levar a um imediatismo destruidor, por outro lado, começar um projeto levando em conta os obstáculos e assim não tendo um “sonho” megalomaníaco pode ser desmotivador, não é?

Nesse caso a  megalomanicidade, (… rsrsrs … Acabei de inventar, digamos que seja licença poética…) pode ser vista como uma mola propulsora que eleva o sonha à capacidade de produzir esperança e onde há esperança há ação. Ação gera reação.Não lhe parece coerente?

Ótimo!

Porque o que não é um PROJETO de vida, profissional, educacional, senão uma sequência de AÇÃO E REAÇÃO MOVIDA PELA ESPERANÇA GERADA POR UM SONHO?

Juro que estou tentando ser o mais clara possível, mas o assunto é complexo.

Resumo da ópera: É PRECISO SONHAR!

O autor do projeto precisa sonhar e precisa envolver todos os atores nesse sonho.

Como Educadora a minha primeira necessidade para estabelecer uma relação profissional é sempre abrir espaço para que o sonho do meu educando seja direcionado, motivado e envolvido pelo meu sonho.

Se eu fosse uma prestadora de serviço, uma paisagista, uma decoradora, por exemplo, eu deveria sonhar e acomodar o meu sonho dentro das características, desejos  e sonhos do meu cliente.

Se eu fosse uma vendedora  teria que dar ao meu cliente uma sensação de sonho realizado com o consumo daquilo que eu vendo, não é?

Isso lhe parece óbvio? Para mim também. Até me parece simplista demais, mas você já parou para observar se é exatamente assim que as coisas acontecem?

Pois bem, definindo produtividade, podemos afirmar que: produtividade é a capacidade que temos de persistir , de maneira flexível, na realização do nosso sonho.

Essa tal persistência, essa insistência, essa tenacidade na construção de um projeto é alimentada pela MOTIVAÇÃO, e motivação é a esperança, velha e boa companheira, com um nome mais técnico e adequado ao mercado de trabalho. (Digo sempre construção e não implantação porque projeto que se preze deve sempre estar sob constante reavaliação e redirecionamento. O objetivo, a meta se mantem, porém, as estratégias, recursos e ferramentas deverão ser flexíveis.)

Como devo fazer para manter minha equipe, meus funcionários e até eu mesma motivada?

Dinâmicas de grupo, músicas, vídeos motivacionais, palavras de ordem… tudo vale, tudo contribui para MOTIVAR MOMENTANEAMENTE.  O SEU PROJETO É MOMENTÂNEO OU VOCÊ O CRIOU PARA O SUCESSO?

Se o SUCESSO é sua meta, então arregace as mangas, prepare-se para alicerçar valores e recomeçar, recomeçar e recomeçar.

De que maneira?

Com disciplina no pensar, no agir, na condução de sua rotina diária.

O processo de coaching apoiado na neurociência é uma ferramenta valiosa na alicerçamento das raízes da motivação permanente.

Pensando sobre isso, responda três questões de maneira bem objetiva:

1-Por onde você vai começar o seu projeto?

2-Como você medirá o seu progresso?

3-Um projeto é sempre algo com objetivos e metas claras, então responda:

Como , de que maneira, quais os critérios que você usará para “quebrar o seu projeto em pequenas partes ( o que é aconselhável para obter sucesso no todo) para uma melhor possibilidade de avaliação e reorganização visando alcançar o objetivo e meta pré-estabelecida?

 

Só para relaxar e motivar

 

PRODUTIVIDADE PASSO A PASSO 2 – EXERCÍCIO

Vamos falar muito sobre PRODUTIVIDADE.

A ideia é disponibilizar ferramentas para que o leitor consiga SUCESSO na elaboração e aplicação de seu projeto. Os exercícios e tarefas ficam a cargo do leitor . Caso seja do seu interesse em ter uma Coach lhe acompanhando e orientando entre em contato e terei muito prazer em lhe atender, ok?

Disponibilizo aqui três questões que deverão ser respondidas para uma melhor compreensão e assimilação do tema proposto:

1- Qual é o seu maior medo  em relação ao seu projeto?

2- Quais os obstáculos para a realização  do seu projeto que você encontra atualmente?

3- Respire fundo, passeie pela sua vida e diga de onde ou de quem você gostaria de receber um elogio? Qual seria esse elogio?

pensando

Algumas dicas

1-Entender o significado das palavras pode ajudar a dar significado às nossas ações quando a vivenciamos.

Por exemplo:

Profissão-  Do L. PROFITERI, “declarar em público”, formada por PRO-, “à frente (dos outros)”, + FATERI, “reconhecer, confessar (sua escolha religiosa)”. Um derivado é, naturalmente, o substantivo “profissão”; outro é o verbo “professar”, que tem o significado de “reconhecer publicamente, ser adepto de uma religião ou sistema”.

Talvez possamos entender como Profissão aquilo que declaramos diante de todos, falar aos outros sobre o que professamos. Professar é acreditar. Você acredita na sua profissão? Consegue dar a ela uma função importante para a sua vida e para o meio em que vive? Caso responda que não a qualquer uma dessas duas questões aceite um conselho: mude de profissão urgentemente!

2-Construa uma rotina onde

a) mantenha contato com pessoas que tenham projetos semelhantes ao seu.

b)avalie, constantemente, suas ações.

c)exercite a flexibilidade consigo mesmo.

PRODUTIVIDADE PASSO A PASSO 2

CONSTRUÇÃO DO SEU MAPA DA FELICIDADE

Antes de começar a traçar o seu mapa da felicidade você precisa saber que:

– MEDO : normalmente o medo está mais ligado ao EGO do que ao perigo real

– NECESSIDADE DE VALIDAÇÃO: a validação do outro das nossas ações é um luxo que normalmente não possuimos quando nos propomos a fazer algo inovador, e eu acredito que o seu PROJETO PROFISSIONAL seja inovador, porque caso contrário as chances de obter sucesso diminuem, não é?

Atualmente vivemos um momento de transição, onde a reflexão, reestruturação e reorganização de valores e crenças são ações constantes. portanto,a única validação possível de nossos projetos é aquela dada através de nossas crenças e valores.

Como está organizado o seu sistema de crenças e valores?

Se precisar de orientação para redefini-los e alicerça-los procure pela Coach, nesse caso eu mesma … rsrsrs

– IMPORTANTE: na elaboração de qualquer projeto é de suma importância a definição de VISÃO, MISSÃO E VALORES, que serão nossa bússola para mantermos o FOCO no nosso objetivo.

Em uma visão simplista e que atenderá as nossas necessidades no momento, podemos dizer que VISÃO é o que eu quero com o meu projeto, MISSÃO é para que eu quero e VALORES é por qual caminho andarei para alcançar o sucesso do meu projeto.

SUGESTÃO: Pense, reflita, rascunhe o VMV do seu projeto. Caso queira uns “pitacos” envie para o meu e-mail e na medida do possível lhe darei o retorno.

vmv

PRODUTIVIDADE PASSO A PASSO

A nossa proposta é compartilhar algumas diretrizes a quem queira elaborar um projeto profissional.A partir de hoje disponibilizaremos uma capacitação que objetiva orientar e instrumentalizar a elaboração  de um mapa para a construção de um projeto de vida. A ideia nasceu de levantamentos de consultorias feitas no nosso escritório, onde percebemos a grande dificuldade que os clientes apresentam em traçar metas e estipular objetivos. A “enrolação” dissimulada ou não consciente do indivíduo quando o meio cobra dele ação e determinação é algo tão curioso quanto complexo, dificultando sistematicamente tanto a produtividade pessoal como o descanso.

Em resumo: A  culpa sutil pela não produtividade dispara o mecanismo do medo de errar ou de fracassar, o medo quase sempre leva o indivíduo ao pânico paralisante e aí o fim do ciclo quase sempre são processos depressivos difíceis de serem revertidos.

Bom, dentro do tema proposto, um primeiro item a ser examinado e colocado em prática é a máxima “FORA DA FELICIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO”, me perdoem o trocadilho quase infame, mas SER FELIZ pode, e muito, lhe ajudar a alcançar o SUCESSO.

Diferente do que muitos pensam já podemos afirmar,com base na neurociência, que o “estar feliz” é um processo passível de ser treinado e nos leva a estados de realização e não é verdadeiro que o sucesso nos deixe felizes.

Em primeiro lugar considere felicidade como uma emoção diferente da euforia, diante disso construa a sua felicidade respeitando algumas condições necessárias para que isso ocorra:

– tenha um hobby

– descanse o corpo e a mente periodicamente

– cultive bons relacionamentos

– tenha vida social ativa

– se aproxime de pessoas felizes e fuja das reclamonas e desmotivadas

– pare de reclamar

– lembre-se que o seu corpo fala.

A sua postura e o seu comportamento físico são moldadores do seu pensar, agir e sentir, o contrário também verdadeiro, portanto preste muita atenção em como se veste, como se expressa verbalmente e gestualmente.

              Image

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: