Por Maria Inês Campos

Arquivo para novembro, 2011

De onde vem a frustração

Acabei de chegar de um processo de treinamento. Conhecimentos específicos na área de coaching, pessoas altamente capacitadas, novos amigos, enfim tudo ótimo. É como se voltasse de uma viagem muito longa, embora o Congresso de Brasileiro de Coaching e os treinamentos aconteceram entre dia 24 e 27 de novembro, ou seja, nem tão longa assim.

Hoje quero falar sobre frustração, talvez vocês esperem uma abordagem mais técnica, já que acabei de chegar de um Congresso, penso sobre isso e o meu lado de pedagoga pede passagem com questionamento sobre qual a melhor maneira de alcançar minha meta.

A minha santa meta é  dizer às pessoas coisas que eu vivi, aprendi e deram resultados positivo. Em resumo: –  Acredite é um bom caminho!!!!

Dessa maneira estarei evitando uma FRUSTRAÇÃO em mim, por não conseguir esclarecer a quem lê e em você por buscar algo e não encontrar. Nessa altura você já deve ter percebido que A FRUSTRAÇÃO NASCE QUANDO PAUTAMOS UMA META NOSSA NA AÇÃO DO OUTRO. As metas nossas não podem depender do outro, caso contrário, estaremos colocando o leme da nossa vida na mão de outra pessoa e o pior é que ela provavelmente seguirá o rumo dela e não o nosso.

Parece simples? Não é.

Quer exemplos??

Quando nos apaixonamos dizemos o quanto seria certo que o outro se apaixonasse por nós, não é? Nossa meta nesse momento é que o OUTRO se apaixone por nós. Assim seríamos felizes… Pense nesse caso que gostar de alguém DEVE ser um fim em si mesmo. Gostar é o que Eu posso fazer. Posso seduzir, posso propor, mas não posso impor uma emoção a ninguém, por mais que entenda o quanto isso pode ser bom para ambos.

Outro exemplo comum é quando definimos o quanto seria bom se tivéssemos um determinado cargo  profissional. Um cargo específico na empresa pode ser muito bom, mas depende de um superior… Se sua meta depende disso aconselho a focá-la para  ser competente, assim fica mais fácil, porque fica claro o seu potencial e isso lhe trará realização pessoal independente de ter ou não o cargo ou até mesmo lhe dará condições para lançar no mercado de trabalho um projeto seu.

O fato de você ter um afeto não correspondido ou não ter aquele emprego desejado vai lhe causar uma dor, isso é certo, mas é certo também que essa dor quando vem acompanhada do senso de realidade ( desprovida da sensação de frustração que significa os “eu não consigo”  de cada dia) vai se transformar em um excelente instrumento de aprendizagem. Vai oferecer a você novas oportunidades de achar saídas, construir caminhos, ser feliz de maneira independente, ser o GRANDE TIMONEIRO DA SUA PRÓPRIA VIDA!!!!!!!

 

Foque sua META em você, defina onde você quer chegar, como você quer se sentir e que imagem quer passar de si mesmo e siga sem medo porque você vai alcançar. Pode acreditar!!!!

 

Pausa

                      Durante o nosso dia-a-dia, de vez enquando, damos uma pausa. Pausa para o café, pausa pra conversar, pausa pra tantas coisas… E elas são muito necessárias!!!!!

Damos pausas pra pensar, refletir, mas quase nunca damos uma pausa pra SILENCIAR. Já que você veio até aqui, vamos aproveitar pra brincar disso??????

                      Olha, vou lhe levar para um lugar e você vai me prometer que se sentará e bem devagarinho vá sentindo o cheiro, a textura, os sons… Assim bem quietinho…. 

                                                                               Agora vem a parte mais importante:

1- Ouça você, dê uma pausa no tempo e pergunte para essa pessoa tão amada que é você o que ELA QUER.

2- Sinta o quanto ela está atenta, tranquila, só esperando uma única oportunidade pra ser feliz.

3-Veja que ela lhe olha com carinho, quase sorrindo pra lhe dizer o quanto essa agitação, essa pré-ocupação essa angústia é desnecessária.

4-Respire fundo, integre-se com o lugar em que você está, estamos SEMPRE aonde quisermos, lembre-se disso e queira estar nesse local.

5-Sinta essa paz e esse isolamento que faz com que você se harmonize, sorria, dê a mão a essa pessoa que você é saia calmamente de volta para a realidade, mas agora mais pleno, mais consciente, mais seguro do que é, quer e pode!!!!!!

Você se lembra do passado?

               É engraçado como o passado grita no nosso hoje, já havia me desacostumado a receber orientações sobre coisas tão singelas como virgula, parágrafo e espaço!!!! E de repente me pego prestando mais atenção a essas coisas e achando divertido, sei que vou errar muito e sei também das inúmeras desculpas que eu daria a mim mesma, perdoando-me por tal despreparo. Vou sentir primeiro a sensação doce de ter atenção e depois corro atrás das dificuldades gramaticais… decidi assim pra não fugir daquilo que me motiva; quero ser ouvida e ouvir, quero ser parte desse mundo que enxergo e sinto, quero mais… sempre mais.
                 Começo falando sobre isso por um motivo muito importante :- O PASSADO.

                  Percebo que quanto mais vivo menos entendo o tempo como passado, presente, futuro, cada vez mais percebo como o tempo é linear, posso andar por ele como eu bem entender. Acho que talvez você discorde e ainda me ache um pouco louca… rsrsrs.. eu disse um pouco, não vá se aproveitar dessa afirmação e indicar possíveis medidas terapêuticas. Dê-me apenas algumas linhas para que eu possa argumentar com você e depois disso aceitarei sua opinião lendo-a com muita atenção assim que chegar o comentário. Combinado??????
                   Então vamos lá:

                   Como Coach uso como ferramenta frequente a LINHA DO TEMPO para conduzir o meu cliente a alcançar sua meta. Ando com certa tranquilidade pelo presente, futuro e passado dele e tenho observado a resistência que as pessoas encontram em olhar para o seu passado. Quase sempre, quando peço para que voltem emocionalmente ao passado e se encontrem com uma situação ou fato prazeroso, a resposta vem sem demora:

                  – Eu não me lembro de nada bom para contar!!!!!

É como se o cliente estivesse mergulhado em um mundo cinza, vedado.

                   Paro estratégicamente, volto a conduzir a conversação e sem mudar o foco, mas com muito tato, vou buscando, vou recapturando a sua estória de vida. Volto a pedir para que me relate algo bom do seu passado e aí um sorriso maroto desponta, quase sem graça ele sorri e fala de um, dois …muitos casos  bons do passado que há minutos antes era cinza, tão cinza quanto a sua dor. Sorrio satisfeita, consegui!!!! Experimento a incrível sensação de oferecer ao meu cliente uma janela aberta onde a esperança se balança ao som colorido do EU POSSO.

                  Brinco com a vida e a vida brinca comigo. No passado das pessoas fortaleço a crença no hoje para que elas possam planejar um futuro desejado.

                   Diga-me agora, o tempo não é linear?

                   Tenho razão em acreditar nessa caminhada maluca que me diz que se ontem eu consegui é certo que amanhã conseguirei?

                     E você pensa que um Coach não  tem momentos de total desesperança? Tem sim!!!! E dia desses eu, que dentro das minhas dificuldades por vezes esmoreço, passei por um desses momentos e busquei o meu passado perdido em uma dessas muitas redes de relacionamento, busquei alguns nomes por buscar, certa de que eles talvez nem soubessem quem eu era, já que o tempo tinha caminhado velozmente em direção ao futuro. Pude sem muito esforço sentir o cheiro de uma época, ouvir os sons, sentir toda a gama de emoção vivida nesse tempo; as boas, as não tão boas.Tinha até trilha sonora, The Carpenters!

Demorou algumas horas e veio o meu passado em sonora gritaria me avisar que aquele tempo não havia se perdido, todos estavam ali com a mesma emoção, sentindo os mesmos cheiros, tão felizes quanto eu pelo reencontro. Poderíamos acreditar que a esperança que nos embalou antes estava ali, pronta para ser acionada, se puderamos andar tanto poderíamos caminhar ainda mais. Era só querer! Eu quero, eu vou, “tenho muito que viver”.

                     O TEMPO é uma boa ferramenta de coaching, o passado de cada um de nós guarda em seu bojo os recursos para transformar  os obstáculos atuais em molas propulsoras de um ESTADO DESEJADO.

                                                          Agora argumente você.

QUANDO VOCÊ CONSTRÓI O AMANHÃ

“TU TE TORNAS ETERNAMENTE RESPONSÁVEL POR TUDO AQUILO QUE CATIVAS. TU ÉS RESPONSÁVEL PELA TUA ROSA…”  Antoine De Saint Exupéry

O livro “O pequeno príncipe” foi por décadas citado como o livro das “misses”, toda candidata dizia ser esse o seu livro preferido… Esse livro infantil tem uma linguagem poética e sutilezas que passam despercebidas por alguns olhos mais desatentos. Li na adolescência e reli inúmeras vezes e mesmo não sendo candidata a miss…. rsrsrs….. ainda me enterneço com ele.

Uma frase que ficou da primeira leitura e ainda ressoa na minha memória afetiva é essa citada logo  na abertura desse post. Talvez pelo momento que eu vivia por volta dos meus 15 anos, ou até pelo conteúdo, sei lá, só sei que ela tem tudo a ver com o coaching!!!!!! Verdade.

Dentro do coaching aplicamos ferramentas que conscientize o cliente da necessidade  de tomar para si as rédeas da própria vida.

Somos geradores de uma energia tão poderosa, mas tão poderosa que no momento que passarmos a direcioná-la  nos tornaremos senhores do NOSSO DESTINO. Somos responsáveis por TUDO que cativamos. Cativamos pessoas, animais, e cativamos energia….. Se a energia for boa, seremos responsáveis e se ela for ruim também! Experimente cativar o sucesso, a felicidade… Experimente também a esquecer expressões como: é difícil, não consigo, não sei….. troque por não é impossível, conseguirei, posso aprender….. O seu cérebro acredita em você!!!!!!  

VAMOS ESTABELECER SUA META??

 

 

1- Pense no que você quer muuuiiito.
2- Estabeleça o que vai sentir quando alcançar a sua meta. Exercite essa emoção agora.
3- Faça um levantamento do que você tem hoje e que vai fazer parte da sua meta, ou vai contribuir para que você chegue lá.
4- Pergunte a si mesmo quais são os sinais , que aparecendo, indicarão a você que está conseguindo alcançar sua meta.
5-Considere como você, alcançando sua meta, irá se relacionar com as pessoas, os fatos, o ambiente.
6- Crie um plano de ação.
7-Materialize cada comquista, cada passo rumo à sua meta, através de um objeto que tenha significado para você.
8- Tenha flexibilidade. Adeque sua estratégia aos imprevistos que encontrar no caminho. LEMBRE-SE: MUDE A ESTRATEGIA, NUNCA A META!!!!!!

Você vai se surpreender com os resultados da aplicação desse roteiro.

Segredos do seu cérebro

Existem seis segredos que quando descobertos podem lhe proporcionar o sucesso. São os NIVEIS NEUROLÓGICOS, desenvolvidos pelo consultor Robert Dilts.  Acionados através de tecnicas  mostrarão os caminhos que devemos percorrer  para atuar no indivíduo provocando uma mudança cognitiva comportamental. Essa trajetória faz parte d coaching.

O coaching é alicerçado em metas que alcançadas leva o indivíduo à plenitude, essas metas devem ser harmônicas, ou seja , todas devem levar ao mesmo objetivo. O Coach atua como uma lanterna, questionando e validando cada meta proposta pelo cliente.

Se você quer estabelecer uma meta é bom checar os níveis neurológicos, que são:

1- AMBIENTE – onde , quando e com quem você vai vivênciar sua conquista.

2- COMPORTAMENTO – o que exatamente, você está fazendo HOJE para que a sua meta seja atingida?

3- CAPACIDADE – que NOVA forma de pensar você está construindo para isso?

4- CRENÇAS E VALORES – porque é importante para você alcançar essa meta?

5- IDENTIDADE – o que essa mudança tem a ver com você, seu propósito de vida?

6- ESPIRITUAL/SISTEMA – ao fazer essa mudança de que forma você estará construindo algo maior em você?

Pense a respeito, pesquise ou se quiser envie sua pergunta, terei muito prazer em lhe responder, afinal o blog é para isso, não é????

Coaching empresarial

EQUIPE

“Uma meta-análise formada por mais de 250 estudos revelou que a FELICIDADE leva ao SUCESSO– não ao contrário- e que a felicidade pode também gerar melhores condições de saúde e desempenho.”

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: