Por Maria Inês Campos

Pensando em escrever para publicar no blog caminhei mentalmente por vários temas.

equilíbrioCom calma e buscando algo que realmente fizesse a diferença, repasso pela memórias dos atendimentos que tenho feito como Coach e percebo que a maior parte de meus clientes tem consciência que precisam de equilíbrio.

A busca por esse tão “famigerado” equilíbrio é a grande motivação que faz uma pessoa ir ao encontro de terapias. E, modéstia à parte…. bem à parte….rsrsrsrsrs……. os meus clientes saem bem satisfeitos com o modo com que conduzo suas ideias para exercitar o equilíbrio.

Exercitar  – essa é a palavra. Tudo na vida é uma questão de treinar, exercitar, isso inclui o equilíbrio, a paz, a felicidade, e até o sucesso, sabia?

Se você, lendo esse post, está achando que vai encontrar uma receita para se equilibrar, está MUITO CERTO!!!! E vai ser a melhor receita!

Quando buscamos ajuda para as nossas desenfreadas emoções encontramos, em geral, falas do tipo: medite, pense positivo, siga os passos ( que são quase sempre longos e repetitivos).

Eu mesma já fui “vítima” dessas fórmulas mágicas que dizem que é simples assim.

Só por Deus!!!

Estando eu desequilibrada – ansiosa, depressiva, irada, magoada ou qualquer coisa parecida; o que leva um sujeito pensar ou supor que eu consiga meditar, ler e aplicar receitas, ou até mesmo escutar um ser humano dizendo em voz suave que vai passar, que eu vou conseguir? Não vou. Caso conseguisse não estaria em tal estado, não é?

Se, ao contrário alguém me dissesse: – EXPLODA – aí sim eu conseguiria com razoável facilidade, nem que fosse em um torrencial choro.

 

Explodir pode ser a melhor saída, ou no mínimo o primeiro passo para sair da crise. O questão sempre será quais são os parâmetros para essa explosão. Eu lhe digo que a única coisa que é vedado ao indivíduo em pleno processo explosivista é  ferir o outro.

Emoções represadas é o início de desequilíbrio.

Represar significa conter com barreiras, nesse caso, quando construímos barreira para conter algo de forma excessiva é provável que haja uma reação de explosão.

Exemplo: panela de pressão.

O ideal é liberarmos de maneira gradual o excedente do que queremos conter, ok?

Com a emoção não é diferente. Por esse ou aquele motivo vamos represando algumas emoções e daí das duas uma : ou provocamos uma explosão dirigida e com bom senso ou a própria emoção contida se encarregará de arrebentar a barreira imposta. Quer um conselho? EXPLODA.

Exploda antes que essa explosão se apresente, dissimuladamente, como ansiedade, tristeza de não sei o que, depressão, pânico, gastrite, labirintite, faringite e outros “ites ”

Elencarei, como boa Coach que sou, várias sugestões de explosões:

1- Segundo uma tia amada, lá pela década de 70, sabiamente já dizia para  seus filhos que estavam na chatíssima pré adolescência. – Tá nervoso? Tira a cueca e pise em cima.

Só de imaginar tal cena, um riso maroto delineia-se no canto de nossas bocas. Rir de nós mesmos e das bobagens que conseguimos elaborar já ajuda.

2- Em algum momento na sua vida já se trancou no banheiro e deixou que suas lágrimas se misturassem à água do chuveiro e depois saiu do banho com a maior “cara de que nada aconteceu”? Não? Experimente é muito bom!

3- Escreva tudo o que passa pela sua cabeça sobre o que lhe atormenta, sem preocupações gramaticais e dando-se a grata liberdade de inserir no texto palavrões nunca antes proferidos por nossos formosos lábios também é um recurso explosivo interessante desde de que ao término da epopéia você destrua tal documento.

Enfim, nós quando ainda magoados, irados ou frustrados temos boas ideias a respeito de como podemos reagir diante de emoções tão desconfortáveis, não é mesmo?

De toda e qualquer caminhada o passo mais difícil é o primeiro, e na conquista do equilíbrio emocional o primeiro passo é a desconstrução de imensos blocos emotivos. Para conquistar o seu equilíbrio é necessário, muitas vezes, explodir, colocar tudo para fora mesmo que seja de maneira desordenada, caótica e , principalmente, de forma solitária porque a sua dor é só sua. Precisamos manter a elegância no ação de viver e ninguém tem o direito de compartilhar o seu processo doloroso sem a permissão do outro.

Educadamente chute a porta, chore durante o banho, desabafe de alguma maneira, mas escoe todos os excessos emocionais sem causar dano nas pessoas que estão ao seu redor.

Pois então –  tente, invente faça uma explosão diferente!

 

 

Anúncios

DSCN4954

 

O óbvio ululante!!!!!

Tenho por hábito, várias vezes ao dia, neutralizar sons e imagens ao meu redor e mergulhar dentro de mim como a repassar momentos, fatos, cheiros …emoções. Viajo  através de sonhos e de memórias a lugares reais e imaginários ao meu bel prazer. Acredito que seja uma rotina de todo ser humano esse hábito, mas com a frequência que me proponho, talvez, seja mais raro.

DINA E CUOCO 2 E foi em um desses momentos que hoje pela manhã lembrei de Dina Sfat e especialmente de uma frase dita pelo personagem que ela interpretava na novela “O Astro”: –É óbvio ululante!!

Sou atenta aos conselhos recebidos; tudo bem que contesto 92% deles….. rsrsrsrs…. Mas aceito, o que sobra disso.

Já me disseram que tenho que redobrar a atenção em citações e, sendo assim, pesquisei no Google o “óbvio ululante” e o que nas minhas memórias estava registrado como de Dina Sfat, é na verdade expressão de Nelson Rodrigues, por essa razão, copiei o que achei a respeito.

*Ululante é algo que ulula, é gritar, berrar, como aves, gritar de forma aflita. Ulular vem do latim ululatus, que é o uivo, o som emitido por cães, um ganido prolongado para ameaçar alguém, ou chamar atenção.

Ululante popularizou-se através do escritor Nelson Rodrigues, que escreveu um livro chamado óbvio ululante, no ano de 1950. Ululante foi integrado à expressão “óbvio ululante”, que significa uma coisa tão clara e óbvia, que está “na cara” e as pessoas não enxergam.

Ululante é mais utilizado no sentido figurado, que é o sentido que o escritor deu, uma situação ou algo que dispensa explicações. Quando uma coisa é óbvia, já evidente, agora óbvio ululante é mais ainda, e de acordo com o sentido original, é algo que está “gritando” para ser percebido.
*http://www.significados.com.br/ululante/

Mas retomando a obviedade do assunto, ou seja, meus devaneios matinais de hoje, devo me reportar a um evento que participei como palestrante. Esse evento foi idealizado, preparado e efetivado por um grupo de estudantes universitários.

Universitários que demonstraram uma enorme competência em alcançar metas!

Fiquei feliz e gratamente surpresa ao me deparar com a organização do evento e  com os olhares, as expressões corporais  e o riso livre de meus ouvintes. Não tinha eu a pretensão de passar conhecimentos técnicos e científicos de grande porte ou  revelações bombásticas durante o desenvolvimento do meu tema: “SUCESSO – Siga as instruções.”, a tarefa era simples, porém quase impossível, constituía-se em dizer à aquele grupo de pessoas que SUCESSO está vinculado com ousadia, alegria de viver, determinação sem pressão e principalmente SONHAR. Sonhar exaustivamente… imaginar… colocar-se mentalmente dentro do contexto almejado…..

De que maneira? Como sonhar, ousar, caminhar livremente se estamos cercados de “dogmas”?

Como pensar em SUCESSO sem nos arremetermos na velocidade da luz ao encontro de valores materiais? De poder sobre o outro ou sobre alguma coisa?

Enfim, o que significa SUCESSO?

É óbvio ululante que o SUCESSO não está vinculado a esses valores e crenças impostos por essa sociedade de modismos faceanos, twitteranos, zapeanos….. aprendizados ligeiros e fugazes que massificam as relações humanas. Não entenda o meu leitor que rebelo-me diante desses recursos, muito pelo contrário, utilizo-os com frequência e divirto-me muito com eles.

Lembro-me dos olhares de minha seleta platéia, composta pelo que há de mais inovador, de mais motivador para quem sonha com um mundo amoroso, prazeroso e fraterno, falo desses indivíduos que no auge se suas vidas gritam por um mundo melhor, cobram de nós  o roteiro para o caminho da conquista de seus ideais.

E nós, o que fazemos?

Respondo que vamos colocando para nossos filhos e netos, nossos jovens,conceitos e mais conceitos, todos eles embasados tecnologicamente, ecologicamente, socialmente, e deixamos de contar nossas estórias, as estórias de erros, de atrapalhadas, as hilárias, as constrangedoras. Ensinamos a eles e passamos os nossos conhecimentos do que é certo e o que é errado, esquecendo que de verdade o certo ou o errado é circunstancial, negando a eles o melhor dos conhecimentos que é a “expertise” de olhar, perceber e decodificar o outro e, o que é mais cruel; esquecemos de dizer que para desenvolver essa “expertise de decodificar o outro” precisamos, necessariamente, decodificar a nós mesmos.  A isso podemos chamar de Inteligência Emocional, sem ela o SUCESSO não ocorre. É óbvio ululante!!!

 

Segunda – feira, 16 de março.Replanejamento 213

Amanhece o dia prometendo sol e calor, e como é comum em quase todas as segundas – feiras, amanhecemos nós nublados, envoltos em pré-ocupações, determinando que a partir de agora, desse exato instante, devemos organizar tudo e todos.

Afinal hoje é segunda – feira!

Eu tento, mas não escapo muito dessas síndromes pré estabelecidas. Hoje também acordei com ar, cheiro e cores de segunda – feira.

Todas as vezes que isso ocorreu não mudou muita coisa; segunda, terça, quarta, ou qualquer outro dia da semana não difere muito dessa sensação de agitação interna, desse  “preciso fazer”, “preciso correr”, “preciso resolver”. Talvez hoje, só pra ser diferente eu precise parar, observar, ou não precise nada. Nada mesmo! Talvez soltar a rédea da própria vida deva ser um exercício interessante. Sentir e agir conforme os fatos aconteçam, placidamente, não segurar a dor, não esconder o medo, permitir-se a perplexidade diante do cotidiano, sentir-se imersa nesse mundo sem o poder de mudar nada , nem a mim mesma, pode ser o que de melhor eu tenha para essa segunda -feira.

Hoje quero estar livre de crenças, por algumas horas, pelo dia todo; não sei. Hoje vou viajar para dentro de mim, sem receio, sem expectativas, sem passado. Levo na mala as emoções vividas, sem datas, sem mapas, levo as imagens gravadas na retina da alma, assim, bem desordenadas.

Hoje me solto pelo vazio cheio de sabedoria e  flutuo dando espaço para a Paz  me levar. E assim, solta e desvinculada do “tenho que” vou vivendo essa segunda na certeza de permitir que algo, alguém, me conduza por um caminho, ainda desconhecido, e portanto, inovador e prazeroso, libertador e solucionador. Essa é a possibilidade que me permito hoje.

E você, o que tem para hoje?

 

“O mundo pertence a quem se atreve, e a vida é muito para ser insignificante.”

10415mundo

Ainda da tempo de participar!

Invista em você!

DIAS 13,14 E 15 DE MARÇO o TREINAMENTO que fará de seu 2015 um ANO DE SUCESSO!

__________CEP – Viver bem é o melhor negócio!

Faça já a sua inscrição através do e-mail: cep.coachingpe@gmail.com enviando apenas seu nome completo, data de nascimento e e-mail para contato e garanta já a sua vaga, mas corra; são LIMITADAS!

Maiores informações acesse também:

Page empresarial no facebook: www.facebook.com/CepCoachingEmpresarialEPessoal ou Instagram CEP: @mariainesdecampos

Confira o local e se encante com a natureza e ambiente perfeito que fará de seu treinamento uma experiência única!

Acesse: http://www.hotelfazendaroseira.com.br

Conheça um pouco mais do trabalho de um coach, que envolve várias áreas e favorece N etapas na vida de qualquer ser humano!

Coach ESCRITO

“Coaching é mais do que um processo, é um estilo de vida na qual o Foco no Futuro com uma Ação Contínua leva as pessoas a se tornarem o que sempre quiseram ser.”

Aproveite para conhecer melhor este trabalho, no dia 14 de março em nosso TREINAMENTO: RECONEXÃO – O CAMINHO! Será uma ótima oportunidade para  fazer reflexões, colocar metas e objetivos para que seu 2015 se torne um ano de sucesso e plena FELICIDADE!

Saiba mais, tire suas dúvidas através do e-mail: cep.coachingpe@gmail.com Nossa equipe esta à disposição.

Forte abraço, Maria Inês de Campos.

catsswwwwwwwwwwww

Confira a agenda:

13/03/2015 – Sexta

 Entrada: 18:00 h Credenciamento – crachá, pasta com bloco de anotação, caneta, programa de checagem da ficha de inscrição.

19:00 h. Maria Inês

19:30 h. Dr.º Mário

20:00 h. Silvana Brejão

20:30 h. Maria Inês

14/03/2015 – Sábado

 Café da manhã

 9:00 h às 10:00 h Dr. º Mário

Tema 1 – Reconectando-se com o próprio EU

Pauta:

1- Importância de acreditar para criar a própria realidade

2- Liberdade de escolha

3- Ciência contemporânea – confirma princípios filosóficos e religiosos da antiguidade

4- Reprogramação Mental

 

10:00 h às 11:00 h Maria Inês

Tema 1 – Reconectando-se com o próprio EU

Pauta:

1- Conhecimento, habilidade e competência – conceituação

2- Inteligência Emocional            

3- Mapa –  PNL

Café

11:00 às 11:30 h

11:30 h às 12:30 h Silvana Brejão

Almoço

14:00 h às 15:30 h Silvana Brejão

15:30 h às 16:30 h Maria Inês

Tema 1 – Reconectando-se com o próprio EU

Pauta:

1-  Ação e Reação

2- Assessment – Perfil Comportamental

3- A visita – fábula

4 – Devolutiva do Mapa – PNL – Resinificando

16:30 às 17:00 h café

17:00 h às 18:00 h Dr. Mário

Tema 2 – Reconectando-se com o princípio da Ação e Reação

 Pauta:

1- Metafísica da Saúde

2- Se humano multidimensional

3- Poder de auto cura

Jantar

21:00 h às 22:00 h Maria Inês  

Tema 2 – Reconectando-se com o princípio da Ação e Reação

Pauta:

1- Coaching Neurológico

2- Meta – SMART

3- VMV

4- Ondas Cerebrais

15/03/2015 – Domingo

 Café da manhã

 8:00 h às 10:00 h Silvana Brejão

10:00 h às 11:30 h Dr. Mário

Tema 3 – Reconectando-se com o Poder Criador

Pauta:

1- Filosofia existencial

2- Essência e Existência

3- Consciência – O sentido da Vida

11:30 h às 12:30 h Maria Inês

Tema 3 – Reconectando-se com o Poder Criador

Pauta:

1- Roda da Vida

2- Foco

Almoço

14:00 h às 16:00 h Silvana Brejão

__________CEP – Viver bem é o melhor negócio!

Faça já a sua inscrição através do e-mail: cep.coachingpe@gmail.com enviando apenas seu nome completo, data de nascimento e e-mail para contato e garanta já a sua vaga, mas corra; são LIMITADAS!

Maiores informações acesse também:

Page empresarial no facebook: www.facebook.com/CepCoachingEmpresarialEPessoal ou Instagram CEP: @mariainesdecampos


        A História já reconhece que a evolução tecnológica ocorrida nos últimos anos é um feito extraordinário e sem precedentes. Tal feito já é de conhecimento público. O que não é conhecimento público porém é o fato de que essa mesma evolução foi responsável por uma mudança radical na forma de se entender as leis que regem a realidade das nossas vidas.

A-Evolução-Humana-350x262

        Tal mudança encontra-se na figura do observador dos experimentos científicos. No paradigma científico mecanicista o observador é um agente passivo e não desempenha nenhum papel relevante.

Porém o avanço tecnológico revelou que o observador interfere nos resultados de acordo com a sua intenção e suas expectativas.

Isso faz dele (o observador) a figura central de todo o processo ao ponto de Max Planck (físico ganhador do prêmio Nobel de física em 1918) defini-lo como “mente consciente e inteligente” e de “matriz da matéria”. Em outras palavras tudo o que existe só existe porque há um observador ciente.

Mas se assim é, aquele que personifica um certo observador deve sua existência a um segundo observador. Este deve a sua existência a um terceiro, este a um quarto e assim por diante. Como solucionar a questão da regressão infinita ? Apenas um observador com a capacidade de observar a si próprio pode resolver a questão. Observar a si mesmo, saber que sabe, numa palavra: ter consciência.
Como a palavra cosmo significa tudo o que existe, tudo o que existiu e tudo o ainda vai existir, a expressão consciência cósmica pode ser entendida como a essência da existência, ou Deus para as tradições religiosas.

catsSW
O homem é o único ser vivo que acredita em Deus. Muitos não sabem, mas o nome científico do ser humano é Homo sapiens sapiens: O homem que sabe que sabe. Não é por acaso que a característica que nos distingue dos outros seres vivos é a mesma que nos leva intuitivamente a buscar nossa essência divina.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: